Sahifa fully responsive WordPress News, Magazine, Newspaper, and blog ThemeForest one of the most versatile website themes in the world.
Edital de Convocação para Assembleia Geral Extraordinária
5 de março de 2021
Dr. Paulo Henrique Celani
6 de abril de 2021
Veja mais

Varizes – Dr. Leandro Furtado Silva

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 30% da população mundial têm varizes: 70% mulheres e 30% homens.

As varizes não podem ser vistas como um simples incômodo ou um problema estético. Essas veias dilatadas e tortuosas são um sinal de que algo não está funcionando no sistema circulatório. As varizes mostram que o sangue não está seguindo o curso esperado no caminho de volta para o coração.

O angiologista Dr. Leandro Furtado Silva explica o que são as varizes, suas causas e tratamento. Confira na entrevista abaixo:

 

O que são varizes?

Mais do que uma questão estética, o surgimento de varizes pode ser um indício de insuficiência venosa crônica (IVC). A doença, caracterizada pelo mau funcionamento das veias dos membros inferiores como consequência da hipertensão venosa (aumento da pressão dentro das veias), não costuma levar o paciente a óbito, mas pode comprometer sua qualidade de vida.

Varizes são veias dilatadas e deformadas, que aparecem nas pernas e que podem causar dor e inchaço. As veias das pernas, que reconduzem o sangue ao coração após ter irrigado os membros inferiores, possuem válvulas que impedem o retorno do sangue aos pés pela ação da gravidade. Às vezes, essas válvulas não funcionam muito bem e o sangue fica parado nas veias provocando deformação, inchaço e alterações na sensibilidade da pele.

 

Quais as causas?

As varizes são comuns em pessoas que necessitam ficar em pé por longos períodos, mas existem fatores de risco que podem aumentar as chances para o seu surgimento. O principal fator de risco é a presença desta doença na família. A obesidade também é um fator determinante, por causa do aumento da pressão sobre as veias pelo sobrepeso. Tabagismo, sedentarismo e gravidez contribuem para o surgimento de varizes por dificultarem a circulação de sangue. Pílulas anticoncepcionais e reposição hormonal, principalmente a progesterona, podem provocar essa dilatação das veias.

 

Por que podem aparecer varizes na gestação?

Na gravidez, o corpo da mãe produz sangue a mais para sustentar ela e o  bebê. Esse peso extra pressiona os vasos sanguíneos, principalmente os das pernas, o que pode gerar então as varizes.

 

As varizes nas pernas podem ser secundárias a algum outro problema?

Sim. As varizes podem aparece por causa de algum trauma sofrido ou trombose prévia. Na trombose é comum perder o funcionamento das válvulas venosas na região afetada, o que aumentam as chances de surgimento de varizes.

 

As varizes podem gerar problemas graves?

Com o passar do tempo, as varizes pioram e o sangue dentro delas pode coagular, o que desencadeia um quadro de tromboflebites. Se esses trombos atingirem veias mais profundas, causam a trombose venosa profunda. Em casos raros, podem até se deslocar para o pulmão, levando a uma embolia pulmonar.

 

Como diferenciar as varizes dos vasinhos?

Esses vasinhos são o começo do processo que pode originar as varizes. Nessa fase, o prejuízo é estético, depois tende a evoluir e provocar  alterações que levam ao aparecimento de varizes maiores.

 

Quais os tratamentos?

O tratamento pode ser feito com variadas técnicas como laser, espuma, glicose ou nos casos mais graves, cirurgia, que são indicadas de acordo com as características das varizes. O tratamento inclui também alguns cuidados, como evitar ficar muito tempo sentado ou de pé, porque isto melhora a circulação sanguínea no corpo, diminuindo as varizes e sintomas.

 

Existe alguma maneira de prevenir o surgimento das varizes?

A recomendação é evitar ganhar peso e permanecer muito tempo em pé ou sentado, praticar caminhadas e exercícios físicos regulares, não fumar, e utilizar meias elásticas de compressão, principalmente durante a gravidez.