Sahifa fully responsive WordPress News, Magazine, Newspaper, and blog ThemeForest one of the most versatile website themes in the world.
Ação Solidária – Juizado Especial de Lavras faz doação para Santa Casa
16 de janeiro de 2019
Começam as obras para o Centro de Tratamento Oncológico
13 de fevereiro de 2019
Veja mais

Insuficiência renal: quando a hemodiálise torna-se necessária

Um em cada 10 adultos, no Brasil, possui algum tipo de doença renal, sendo que 60% desconhecem essa situação. De acordo com o médico e chefe da equipe de Nefrologia da Santa Casa de Misericórdia de Lavras, Dr Marcelo Gadbem, por se tratar de uma doença silenciosa e que não causa dor, como é o caso de Cálculo Renal ou infecção, muitas pessoas só procuram ajuda quando a doença já está em estágio avançado.

Como são silenciosas, a melhor maneira de se identificar precocemente as doenças renais, de acordo com o Dr. Marcelo Gadbem,  é por meio de exames de sangue e urina. “A dosagem da creatinina sanguínea nos permite calcular a taxa de filtração sanguínea dos rins, enquanto que o exame simples de urina, pode identificar a presença de sangue, proteínas, glicose ou outras substâncias que apontam para uma possível doença renal”.

Já a insuficiência renal , é a perda das funções dos rins, podendo ser aguda ou crônica. Os rins tornam-se incapazes de eliminar certos resíduos produzidos pelo organismo. Em casos mais graves, como na insuficiência renal crônica, pode ser necessário realizar transplante de rim ou fazer hemodiálise, que é um procedimento que tem como objetivo filtrar o sangue, retirando todas as impurezas que os rins não conseguem filtrar.

Hemodiálise

A Hemodiálise é um processo no qual uma máquina, de alta tecnologia,  limpa e filtra o sangue, fazendo o trabalho que os rins que não funcionam  não conseguem fazer. É uma filtração artificial do sangue. “A Hemodiálise é reservada para pacientes que já perderam de 80% a 90% de sua função renal”, explica o Dr. Gadbem.

Os rins são os únicos órgãos do corpo humano que podem ser substituídos por uma máquina. Essa substituição é quase perfeita. Mas é pela hemodiálise que pessoas com funções renais prejudicadas têm a oportunidade de manter uma vida próxima ao normal.

Muitas doenças podem levar ao quadro de insuficiência renal e ao necessitado tratamento da Hemodiálise, como a diabetes mal controlada e a  hipertensão arterial mal controlada. A equipe de Nefrologia da Santa Casa também alerta para a obesidade, que vem crescendo nos últimos anos.

 

 

Equipe de Nefrologia da Santa Casa:

Dr. Marcelo Gadbem, Dra Soraya Machado, Dr. Gilbran Scarpone e Dra Edneia Ladeira.