Sahifa fully responsive WordPress News, Magazine, Newspaper, and blog ThemeForest one of the most versatile website themes in the world.

Endoscopia

A Endoscopia Digestiva é um método de investigação de patologias do esôfago, estomago e intestinos através de tubos flexíveis, videoendoscópios, introduzidos pela cavidade oral (endoscopia digestiva alta) ou anal (colonoscopia). Através de equipamentos modernos, é possível visualizar a mucosa do tubo digestivo, fazer avaliações minuciosas, coletar material para outros tipos de exames e até mesmo realizar pequenas cirurgias.

A desinfecção dos equipamentos é feita de acordo com rígidos padrões de segurança, incluindo etapas de lavagem mecânica até desinfecção de alto nível.


Endoscopia Digestiva Alta (Procedimento ambulatorial)

A endoscopia é realizada para examinar o esôfago, o estômago e o duodeno, através da introdução por via oral de um aparelho flexível. Este aparelho possui sistema de fibras óticas e uma micro câmera que ilumina o interior dos órgãos e proporciona a visão completa.

Desta forma, a endoscopia auxilia no diagnóstico de doenças do aparelho digestivo alto através de biópsias, no acompanhamento do seu tratamento e também na remoção de lesões como pólipos, tratamento de úlceras hemorrágicas, varizes de esôfago e outros procedimentos terapêuticos.


Colonoscopia (Procedimento Ambulatorial)

É um procedimento que permite a visão do cólon e reto (intestino grosso) através de um aparelho que possui uma pequena câmera, introduzido pelo ânus. O procedimento é realizado para diagnosticar doenças, retirar pólipos (pequenos tumores malignos ou benignos) e obter biópsias (retirada de amostras de tecidos para análise).


Colangiopancreatografia Retrógrada Endoscópica (CPRE)

A CPRE compreende a observação e análise de parte do sistema digestivo, que inclui vesícula biliar, pâncreas e canais que drenam tais órgãos, bem como o fígado, por meio de um aparelho em forma de tubo chamado endoscópio de visão lateral (denominado duodenoscópio), introduzido pela boca até o duodeno. Ele permite que o médico veja por um monitor imagens captadas do interior do corpo e registre as mais significantes para o diagnóstico. Injetando-se contraste, o trajeto pode ser visto como um exame de raio-x. Nessa inspeção, o médico consegue não apenas verificar a existência de cálculos, tumores, fístulas ou outras alterações como, em alguns casos, também tratá-las, evitando assim a cirurgia convencional. Pode ainda realizar biópsias para estudo citopatológico, como em suspeita de câncer.

(Procedimento acima necessita de internação, consulte seu médico)

IMPORTANTE


A presença de acompanhante para a realização do exame é obrigatória, independente da utilização de sedativo endovenoso.

Depois do exame, o paciente fica em observação no Serviço de Endoscopia e recebe alta após algumas horas.

AGENDAMENTO E INFORMAÇÕES:
(35) 3829-2847
Segunda a Sexta: 07:00h às 12:00h e 13:00h às 17:00h
Corpo Clínico:

Dr. Bruno Galvão Petrini

CRMMG: 43840


Dr. Fernando Augusto Batista

CRMMG: 7427


Dr. Leonardo Tibo Martins

CRMMG: 38534
Responsive ThemeForest Wordpress Theme Avada bigtheme.net/wordpress/themeforest/323-avada BIGtheme.net